sexta-feira, 15 de maio de 2009

saudade

as vezes acordo sobressaltada.
um vazio imenso invade minha alma .
é a sua falta.
rezo
peço a todos os anjos e santos ,
rogo a DE+EUS a sua volta.
durmo e acordo .
tudo depende de sua vontade,
tudo depende.
de seu querer.
que saudade.
tudo depende de seu querer
de sua vontade...
todos dias acordo na esperança
de um dia eu estar presente
na sua vontade
no seu querer...
que saudade.

mãe

mãe,
mãe,
mãeeeeee,
mãe.
mãeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
mãe.
-O que é ?
-nada.é só para não perder o hábito.
mãe. você faz falta.
feliz dias das mães onde você estiver.
obrigada por um dia DE+EUS ter permitido
você ser minha mãe.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

"só assim só,
somente só.
Assim você vai ser "...
todos os dias,
todas as noites,
em todos os momentos.
não precisas rezar,
por que só sempre estarás.
não peças
por que não alcançarás.
só tu nascestes,
só tu viverás.
só alcançarás a glória.
só amarás.
só sofrerás.
só somente só
a todos os instantes
viverás.

tô te devendo

nascestes, morrestes , vivestes
e eu
na minha indiferença permaneci.
sofrestes , sobrevivetes
e eu
na minha indiferena permaneci.
gritastes.
chorastes.
amaldiçoates cada dia de seu viver.
e eu na indiferença vivi.
posso te pedir perdão
pelas suas noites de solidão ?
como posso me redimir
dos dias que não te vi grunhir
de dores,
medos.
como posso eu
viver sabendo
que não fui
companheira
parceira
de seus horrores.
perdão.
( para KB................... chupinha cabra- camilinha )

fosi, fosoca,nariz de pipoca....

havia uma rampa,
nela um pequeno ser
tentava a todo custo
as dificulades,
a distância ,
a intolerância ,
os obastáculos romper .
só tinha de fato
a constância
a inssistência
a vontade...
era um pequeno ser
nas primeiras aventuras , ranhuras
tentando os obstáculos vencer.
ainda vejo
você
engatinhando
fugindo de sua casa
logo ao amanhecer
para minha casa
querendo vencer ,crescer.
ah, fosi, fosoca
foi lindo te ver crescer.

saculeta .......faz a rima .

uma tarde de outono assustada
olhei aqueles olhos grandes azuis.
vi lá no fundo .....bem no fundo....
uma luz.
é a filha .é a irmã.
é a amiga .
h.......................... não estava só.
tinha uma companheira , uma cúmplice,
de um grande e imenso olhos azuis.
outra diferente ? pensei.
minha vida é feita de diferentes ? questionei.
sacu, saculeta , faz a rima,
é o complemento de h..............................
tão diferentes,
tão inocentes,
tão covergentes,
são pares .
vieram para reinar ,
para se completar,
em sua diferenças .
são únicas.
vieram para minha vida alegrar.
como luz , é essencial.
como algum dia pude em qualquer momento
viver sem
essa essência ,
a me completar.
ah ,sacu, saculeta você
é a metade
do meu eu...

marcelle-cele-h----------------da mãe.

um dia pensei
como ela será ?
morena ? ruiva? branca ?
um dia vi...
morena,
olhos grandes, cabeluda.
pensei:-é especial.
é diferente.
de onde veio ? para onde vai?
só vi o infinito.
constatei .é especial.
é diferente.incoerente.inocente.
perfeita.
é essa.
faz parte do meu viver.
reina absoluta.
é especial.
é o meu bem querer.
tudo na minha vida .
pensei:como pude até hoje viver sem este ser tão especial.
me apaixonei....
na minha vida é essencial.

emanuela,manuela,manu,manivelita

você
única
versátil,
volátil
como o ar puro,
em forma de vento,
está em todos os lugares.
perfeita.
não há impedimento ,
visto que é ar.
obra prima do criador.
emanuela
manuela
manu
manivelita
ar.
por si basta .
é eterna.
é essencial.
assim seja para todo o sempre.
bendito seja o dia ,
que vc nasceu.
quando voltar a ser criança
quero ser igualzinha a VOCÊ.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

onde desliga ?


tarde fria
caminhando pela praia
o vento corta frio
as ondas batem com violência
alcaçam os pés pequenos
que correm numa fuga
ingênua.
no meio desta turbulência
a voz fina
inssiste em narrar num frenesi constante
toda beleza
todo medo que aquela cena traz.
ela , uma menina
um metro e pouco
8 anos
franzina para sua idade
feliz, assustada
com o vai e vem das ondas do mar.
está de ressaca.
é muita emoção para alguém tão pequena.
olha a onda !
corre , ela vai te pegar.
finjo que corro
quero sentir toda emoção desta aventura.
para mim por uns poucos anos .
para ela é eterno.
posso ver pelo brilho de seus olhos
buscando os meus numa cumplicidade.
posso ver pelo tom alto de sua voz e de sua gargalhada estrondosa , que ecoa ,
em meio a fúria das ondas do mar.
pergunto onde desliga ?
ela firme responde.
Não vó.Não desliga .
é pura aventura vó...
é maneiro demais,
é yes! ...
corre , corre,corre...
e, o som de sua gargalhada feliz
ecoa em meio a imensidão do mar.
( dedico a minha neta )

como num passo de mágica.

como num passo de mágica
num vai e vem infinito
tudo parece tão claro,
tão verdadeiro,
é real demais.
como num passo de mágica
tudo se desfaz
tudo e se contrai
e a máscara cai.
nada é tão claro,
nada é verdadeiro,
é irreal demais .
como num passo de mágica
tudo se transforma
e o real se desfaz.
o ontem é a única certeza
hoje uma grande dúvida
amanhã
não existirá mais.
tudo como num passo de mágica
se desfaz.

e o sonho se desfez


ouço o bater da porta ,
é o vento.
entra silencioso e rá
pido , gelado.
meu corpo em resposta se contrai.

arrepio...

olho para o chão ,
meio de lado acompanhando
o barulho que se fez e...

fico assustada,
jaz no chão meus sonhos em pedaços.
mil pedaços .
continuo a olhar .
quero entender como foi.
impossivel reconstruir.
são milhões de cacos ,
de todos os tamanhos ,cores,
horrores .
esfarelados demais.
meus olhos perplexos molhados ,
uma lágrima rola quente e cai .
sinto na boca o gosto amargo .
é sal.
um filete de lágrima escorre entre minha boca.
vejo entre os cacos meus sonhos ,
meus anseios, meus desejos,
meus desvaneios ,
meus medos ,
todos em pedaços.
são cacos demais
não dá para reconstruir.
não dá para colar ,
não dá para guardar...
é o fim ...